Rapidshare pode fechar!

31 01 2008

Após decisão de tribunal, o futuro do popular serviço de hospedagem de arquivos Rapidshare é incerto após a determinação do tribunal alemão, que exigiu que seus responsáveis encontrem meios de coibir a pirataria de músicas que assola seus servidores.

O processo que originou a decisão foi aberto pela GEMA (Gesellschaft für musikalische Aufführungs- und mechanische Vervielfältigungsrechte), organização alemã semelhante à RIAA. Para o juíz do tribunal de Düsseldorf o site deve ser responsabilizado por materiais que violem os direitos autorais.Diferentemente de outras decisões, neste caso o tribunal determinou que não bastará ao site excluir os arquivos ilegais enviados por seus usuários: os responsáveis deverão tomar medidas preventivas para que nenhum arquivo assim sequer seja disponibilizado, algo que só poderia ser feito através de verificação manual, o que pode se tornar inviável.
A decisão ainda pode abrir precedentes para outros processos contra sites semelhantes, então é provável que em breve diversos serviços de compartilhamento fechem suas portas aos usuários alemães, e é possível ainda que outros grupos como a GEMA e a RIAA tentem obter resultados semelhantes em outros países contra estes tipos de serviços.

Comentário: Que droga 😡 ! Justo agora que está ficando fácil achar coisas por lá e burlar o sistema de limites de downlooads 🙄 . Só hoje eu encontrei bons links por lá, tipo o MSN 8.1 Portable, o Windows XP Portable

Fonte da notícia: Geek
Anúncios




Criadores de vírus processados por copyright

29 01 2008
Oficiais japoneses prenderam pela primeira vez suspeitos de criar um vírus de computador, entretanto, por falhas na legislação local de cibercrime, o trio responderá apenas por violação de direitos autorais.Segundo o site The Register, o trio teria assumido a criação e a distribuição do trojan Harada pela rede P2P Winny. O vírus é uma variante do Pirlames Trojan, interceptado pela Sophos no Japão durante 2007.Após instalado, o Harada mostra imagens de populares animés (desenhos animados em estilo japonêsdo Japão) enquanto apaga arquivos de vídeos e músicas digitais. Por isto, os criadores responderão por algum crime.”No Japão não é ilegal escrever vírus , então os autores do trojan foram presos por quebra de copyright, por terem usado imagens de desenhos sem permissão no malware”, explicou Graham Cluley, consultor sênior da Sophos.

O caso é o primeiro no Japão e, por isto, espera-se que chame muita atenção e provoque, em breve, uma mudança nas leis de cibercrime do país. Ironicamente, os criadores do vírus responderão pelas mesmas acusações que Isamu Kaneko, autor da rede P2P que o trio infectou, que em dezembro de 2006 foi multado pela justiça japonesa.

Fonte: Geek





Instalação de software

25 01 2008

Assunto: Instalação de software

esposa2-10.jpeg

“Prezado Técnico,

Há um ano e meio troquei o programa [Noiva 1.0] pelo [Esposa 1.0] e verifiquei que o programa gerou um aplicativo inesperado chamado [ Bebê.exe] que ocupa muito espaço no HD. Por outro lado, o [Esposa 1.0] se auto-instala em todos os outros programas e é carregado automaticamente assim que eu abro qualquer aplicativo.

Aplicativos como [Cerveja_Com_A_Turma 10.3], [Noite_De_Farra 2.5] ou [Domingo_De_Futebol 2.8], não funcionam mais, e o sistema trava assim que eu tento carregá-los novamente.

Além disso, de tempos em tempos, um executável oculto (vírus) chamado [Sogra 1.0] aparece, encerrando abruptamente a execução de um comando.

Não consigo desinstalar este programa. Também não consigo diminuir o espaço ocupado pelo [Esposa 1.0] quando estou rodando meus aplicativos preferidos. Eu gostaria de voltar ao programa que eu usava antes, o [Noiva 1.0], mas o comando [Uninstall.exe] não funciona adequadamente.

Poderia ajudar-me? Por favor!!!!

Ass: Usuário Arrependido”
Resposta:

“Prezado Usuário,

Sua queixa é muito comum entre os usuários, mas é devido, na maioria das vezes, a um erro básico de conceito: muitos usuários migram de qualquer versão [Noiva x.0] para [Esposa 1.0] com a falsa idéia de que se trata de um aplicativo de entretenimento e utilitário. Entretanto o [Esposa 1.0] é muito mais do que isso: é um sistema operacional completo, criado para controlar todo o sistema.

É quase impossível desinstalar [Esposa 1.0] e voltar para uma versão [Noiva x.0] porque há aplicativos criados pelo [Esposa 1.0], como o [Filhos.exe], que não poderiam ser deletados, também ocupam muito
espaço, e não rodam sem o [Esposa 1.0].

É impossível desinstalar, deletar ou esvaziar os arquivos dos programas depois de instalados. Você não pode voltar ao [Noiva x.0] porque [Esposa 1.0] não foi programado para isso. Alguns usuários tentaram formatar todo o sistema para em seguida instalar a [Noiva Plus] ou o [Esposa 2.0], mas passaram a ter mais problemas do que antes (leia os capítulos ” Cuidados Gerais” referente a “Pensões Alimentícias” e “Guarda das crianças” do software [CASAMENTO] Uma das melhores soluções é o comando[ DESCULPAR.EXE/flores/all] assim que aparecer o menor problema ou se travar o micro.

Evite o uso excessivo da tecla [ESC] (escapar). Para melhorar a rentabilidade do [Esposa 1.0] aconselho o uso de [Flores 5.0],
[Férias_No_Caribe 3.2] ou [Jóias 3.3]. Os resultados são bem
interessantes. Mas nunca instale [Secretária_De_Minissaia 3.3],
[Namoradinha 1.2], [Turma_Do_Chopp 4.6] ou [Pescarias 5.9] também pois não funcionam depois de ter sido instalado o [Esposa 1.0] e podem causar problemas irreparáveis no sistema. Se você tivesse procurado o suporte técnico antes de instalar o [Esposa 1.0] a orientação seria:

NUNCA INSTALE O [ESPOSA 1.0].”

Abraços e bom fim de semana para todos vocês! 😉

IPC.: Valeu Mc. Coelho! 😆





Prêmio Esse é muito bom

23 01 2008
selo_premio.png

Recebi 😉 um prêmio do meu parceiro Diogo Corrêa que me deu o selo “é um blog muito bom sim senhora!” 😆 . Muito obrigado por me indicar Diogo.

E esses são os meus indicados ao prêmio também:





Brasileiro canta: “Dança do créu”

22 01 2008

Clique na imagem para ver o vídeo:

creu.jpg

Todos os créditos para o Maurício Ricardo: Charges.com.br






Valeu galera!

22 01 2008

Depois de apenas 3 meses blogando me sinto feliz 😆 com os resultados:

The Page Rank:

   
5/10

Só tenho a agradecer a todos que me visitam diariamente, aos parceiros, aos “comentaristas” que contribuem comigo nos posts e ao São Google, senão ninguém chegaria aqui, certo?

MUITO OBRIGADO!!!!!!! Comam muita melancia 😉





Receita suspende compra de licenças do Office

14 01 2008

bandeirabrasil.jpg

A Receita Federal suspendeu a compra de 44 mil licenças do Office, no valor de R$ 40 milhões.

O edital de compra foi publicado em meados de 2007 e diversos revendedores da Microsoft competiam para vencer a licitação. Em novembro do ano passado, o Ministério Público Federal iniciou uma investigação em torno da compra pública.

Segundo procuradora da República Inés Virgínia Prado Soares, o edital de compra apresenta várias irregularidades. A mais grave é o fato da Receita Federal possuir 33 mil estações de trabalho em funcionamento em todo o Brasil, número inferior às 44 mil licenças do Office pedidas na licitação.

Se fosse efetuada, a compra custaria R$ 40,89 milhões aos cofres públicos, de acordo com cálculos do Ministério Público.

Inês Soares explicou ainda, em ofício enviado à Receita, que não existe análise técnica que justifique a compra. Afinal, diversos órgãos federais, incluindo o próprio Ministério Público, usam editores de texto e planilhas em software livre com custo zero de licenças e ótimo desempenho nas máquinas.

Ao analisar o pedido, a Receita decidiu acatar a sugestão e suspender a licitação. A Receita justifica, entre outros fatores, que precisa economizar recursos, o que se tornou uma necessidade maior devido ao fim da CPMF.

Agora, o Tribunal de Contas da União é quem vai analisar se a compra se justifica ou não. Tecnicamente, a licitação não foi cancelada, apenas suspensa.

A Microsoft afirmou que vai analisar a decisão antes de pronunciar-se sobre a suspensão do leilão.

aplausos.gif

Obrigado! Essa atitude merece ser aplaudida de pé! Meu bolso agradece! Falando nisso…

Conheça o BrOffice:

Fonte: Info