Microsoft revela detalhes sobre a ativação do Vista

22 11 2007

ativacao-vista.jpg

Ativação do Vista: até cinco vezes pela internet. Depois, só por telefone.

Um documento liberado pela empresa explica como funciona o sistema.

Usado para dificultar cópias não autorizadas, o sistema de ativação do Vista será empregado também no Windows Server 2008. Ainda que muitos usuários detestem a ativação, a maioria tem de conviver com ela. A Microsoft sempre fez algum mistério em torno do seu funcionamento. No dia 6 de novembro, a empresa liberou um documento (em inglês) que mostra detalhes da ativação. Vejamos alguns deles.

Código do hardware
Para associar uma cópia do Vista a um computador específico, o sistema calcula um código com base em dez características do micro. Nove delas referem-se ao hardware e a décima é a versão do sistema de ativação em uso. Estes são os itens considerados:

  • ID da BIOS
  • Itens removíveis (placa de rede, CD-ROM, áudio, SCSI e IDE)
  • Endereço MAC da placa de rede
  • Drive de CD ou DVD
  • Interface IDE
  • Placa de som
  • Número de série do HD
  • Interface SCSI
  • Placa de vídeo
  • Tipo de processador
  • Quantidade de memória
  • Base de expansão (para notebooks)
  • Versão do algoritmo de ativação

Certificado
Quando o usuário faz a ativação pela internet, o Windows manda, para o servidor da Microsoft, o código gerado com base na configuração do hardware. O servidor devolve, ao micro, um certificado com 126 bytes. Com esse certificado, o Windows passa a funcionar normalmente. A ativação por telefone funciona de modo similar. A principal diferença é que são usados códigos decimais siplificados para facilitar a leitura e a digitação.

Mudanças no micro
Não é novidade que, se o usuário mudar bastante a configuração do hardware, precisa ativar o Windows novamente. Esse ponto continua nebuloso na descrição da Microsoft. A empresa diz que há um cálculo em que pesos são atribuídos a cada item do hardware. Quando a soma ponderada dos itens modificados passa de um certo valor, o Windows exige nova ativação. A Microsoft não diz quais são os pesos ou qual é o limite máximo de mudanças admitidas. Mas diz que esses parâmetros são alterados de tempos em tempos. No Windows XP, uma substituição de HD quase sempre exigia nova ativação. No Vista, segundo a Microsoft, o peso desse item foi reduzido. Agora, a simples troca desse componente não provoca a desativação do sistema.

Só cinco vezes?
O documento da Microsoft diz o Windows pode ser reativado até cinco vezes, o que contraria informações divulgadas anteriormente. Ed Bott, do site ZD Net, consultou a Microsoft sobre isso. A empresa respondeu a ele que há um erro no texto. Na verdade, o Windows pode ser reativado até cinco vezes via internet. Depois disso, a reativação ainda é possível, mas deve ser feita por telefone.
Esses procedimentos valem para as cópias do Windows que são vendidas em lojas. A ativação é tratada de forma diferente em cópias OEM e de uso corporativo.

Fonte: Blog do Maurício Grego

Anúncios

Ações

Information

One response

15 12 2008
washington

Hahaha, essa é boa. No dia que o Windows não puder ser ativado “ilegalmente”, a Microsoft vai falir.

Viva ao melhor sistema operacional do mundo.
Bem… não que seja o melhor, mas é o menos pior. Linux é um lixo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: